Seja quem você realmente é

Desista de “cobrar amor” e atenção do mundo. Decida primeiro amar! Independente dos fatos, das pessoas, das circunstâncias, dos condicionamentos, da sua história. Você é livre para amar, só depende de uma decisão. É no momento de decisão que nosso destino é traçado. Para ser amado você não precisa que os outros decidam te amar. Você não pode interferir na liberdade do outro.

Se você precisa ser amado, você se torna escravo do outro, dos seus condicionamentos, das suas dificuldades, de seus problemas, de seu egoísmo. Se você cobra amor, você precisa adoecer, então não acredita no amor que vêm. Assim, você é livre “para amar”. Se tomar essa decisão e efetivá-la, vai provocar tanta alegria, vida, harmonia e bem estar com sua simples presença, que não pode duvidar que será amado, e, melhor, que mereço ser amado. E começa a ser bom amar, ser perfeito, ser saudável, ser íntegro, ser eu mesmo. E se eu sou eu, como duvidar que o que sentem por mim é autêntico? Se eu sou verdadeiro o que eu produzo também é verdadeiro. Portanto, agora posso me realizar na vida, no amor, profissionalmente. Posso ser feliz no casamento. Posso ter filhos saudáveis. Posso sorrir, me alegrar, ir ao encontro do outro. Por que? Porque a decisão é minha. Para que? Para poder realizar aquela missão que resume toda a essência do sentido da existência humana, a capacidade de amar, amar incondicionalmente.

Posted in:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *