Autosabotagem

autosabotagem Todos nós temos programações mentais. Algumas vezes positivas e criativas, outras vezes paralisantes, bloqueadoras, negativas. Essas programações a gente adquire quando criança e elas ficam se repetindo em nossa mente, muitas vezes dificultando a gente ter sucesso. Por exemplo, se você tem o seu programa dizendo que você merece um bom relacionamento amoroso, às vezes você até encontrar uma pessoa com afinidades, bom caráter, inteligente, bonito, gentil...etc. Mas depois você vai se sabotar até voltar a ficar sozinho ou em um relacionamento desgastante. Da mesma maneira, em um trabalho, num plano de emagrecimento, em um curso que sempre quis fazer, de repente você perde tudo isso e volta a estaca zero. Isso fica muito claro, por exemplo, quando alguém ganha na loteria e depois de algum tempo volta praticamente para a mesma situação financeira que tinha antes de ganhar o prêmio. O programa mental dele não aceita que ele continue rico. Você cresceu ouvindo as pessoas dizerem que as coisas são difíceis, que somente os desonestos têm sucesso, que quem nasce pobre não tem chance de ficar rico, etc. Essas frases ficam na sua cabeça e vão produzindo reações e resultados que não são bons, reforçam sua sensação de inadequação e inferioridade. Toda compensação criada em um determinado momento, pode em outro, gerar deformação. Para cumprir uma programação negativa, você acaba lançando mão de várias estratégias: A sabotagem: você tem que entregar uma proposta para concorrer a um negócio importante e simplesmente esquece a data final. A trapaça: Trapaça é quando você faz algo que parece positivo, mas que leva à autossabotagem. Por exemplo, era o dia de finalizar a proposta de negócios com uma empresa, e você resolve levar seu filho ao parque. O escudo: escudo é aquela coisa que faz com que você use desculpas para não fazer o que tem que ser feito. Por exemplo, “Minha mãe esta muito doente e eu tenho que cuidar dela, por isso não consigo melhorar minha careira.” Essas coisas ficam na sua mente. Mesmo que você adote um monte de ações para progredir, mesmo que você estude muito e tente se aperfeiçoar, quando menos percebe está adiando as coisas e sabotando os seus projetos. O grande desafio é você abrir sua mente, entender o que houve no passado e jogar fora as suas programações paralisantes. E colocar a sua cabeça e o seu coração totalmente aberto para realizar o seu potencial. Você merece o melhor e tem o direito dado por Deus de ser feliz, ser você, pessoa única, com talentos e habilidades. Acredite em você! Abraços corajosos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *